Twitter Facebook Instagram
Para acessar sua área PDO, insira os campos abaixo.

Associação Comercial de Mogi celebra o arquivamento do projeto do pedágio

Notícias 23 de dezembro de 2021

Para a Associação Comercial de Mogi das Cruzes (ACMC) a decisão do Governo do Estado de arquivar o projeto para implantação do pedágio na rodovia Mogi-Dutra é uma vitória para o comércio mogiano. A medida foi anunciada nesta quarta-feira (22), pelo vice-governador, Rodrigo Garcia, durante reunião com o prefeito de Mogi, Caio Cunha, autoridades, representantes do movimento Pedágio Não e deputados da Região, incluindo o vice-presidente da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), deputado federal Marco Bertaiolli.
Desde que a proposta de implantação de uma praça de cobrança foi anunciada, ainda em 2019, a ACMC se manifestou contra o projeto. De lá para cá, a entidade apoiou e participou de diversas manifestações e ações contra a proposta em conjunto com diversas entidades representativas, Prefeitura e autoridades da Região.
A Associação Comercial de Mogi sempre defendeu que a instalação de um pedágio traria diversos prejuízos para o comércio mogiano, incluindo, o aumento de custos para os comerciantes, redução da competitividade, fechamento de estabelecimentos e fuga de consumidores para outros polos comerciais, além de perda de renda, redução da arrecadação de tributos e assim, queda nos investimentos para os mogianos.

Para a presidente da ACMC, Fádua Sleiman, a decisão do governo estadual é resultado de uma união de forças e mobilização de diversos setores. “Essa não é uma boa notícia apenas para o comércio, mas para todos, especialmente para os mogianos que vivem nos bairros da divisão e na região do Taboão. Essa decisão traz alívio para nossos comerciantes, que já têm enfrentado diversos desafios em decorrência da pandemia de Covid-19. O arquivamento é um presente de Natal”, afirmou. 

Parceiros

CACB SCPC Certisign ACCREDITO