Twitter Facebook Instagram
Para acessar sua área PDO, insira os campos abaixo.

ACIG fala sobre o ‘fantasma’ das medidas restritivas Assim como vem acont

Notícias 10 de janeiro de 2022

Assim como vem acontecendo no resto do mundo, diariamente Garça está registrando o aumento de casos de suspeitos de covid-19 e até a confirmação de casos positivos. A nova onda de contaminação acendeu um alerta e muitos se mostram preocupados com a possibilidade de voltar as medidas mais restritivas. Nas redes sociais já se nota manifestação a respeito. O advogado Julinho Marcondes Moura Filho em sua rede social trouxe à tona uma preocupação que é de muitos, e falou sobre o reforço dos protocolos sanitários.

No noticiário local confirmando que diariamente o número de infectados Covid-19 e outros gripais, continuam aumentando. Não seria de bom senso reforçar os protocolos anteriores de distanciamento, uso de máscaras, de álcool gel, água e sabão, sem aglomerações e principalmente orientações sobre a importância da vacinação. Pedimos que as autoridades competentes tomem as devidas providências”, colocou ele.

Na cidade paulista de Amparo, o aumento de casos levou a Administração Municipal a decretar o fechamento de bares e restaurantes a partir das 22h.

“Temos acompanhado a divulgação dos boletins municipais, bem como a situação no restante do país e do mundo. É claro que vemos com preocupação esse aumento de casos, mas assim como o governo paulista, acreditamos que o crescimento do número de casos nas últimas semanas se deve ao relaxamento da população em relação ao uso de máscaras, principalmente durante as confraternizações de final de ano. Então é hora de retomarmos os protocolos sanitários, para assim evitarmos a proliferação de casos e, consequentemente as medidas restritivas que nos assusta e prejudica a economia”, disse o presidente da Associação Comercial e Industrial de Garça – ACIG, Mauro José de Sá.

Segundo ele, o momento é de cautela e cada um tem a sua responsabilidade para que o cenário não chegue ao caos vivenciado, principalmente em 2020.

Conforme disse o dirigente, é importante que os lojistas se atentem as medidas e que voltem a endurecer as orientações.

“Reconhecemos que com o aumento da vacinação e com a queda no número de casos, muitos deixaram alguns cuidados de lado. Por isso pedimos aos nossos comerciantes, nossos associados que cobrem o uso de máscara, a higienização das mãos, o distanciamento. Isso é muito importante. Que os colaboradores com sintomas gripais se mantenham afastados de suas atividades laborais, seguindo as orientações médicas. São medidas simples e que podem evitar o colapso”, salientou ele, comentando a situação vivida na cidade de Amparo.

Vale lembrar que, apesar de as regras impostas pelo governo estadual liberarem na íntegra todas as atividades, os municípios têm autonomia para estabelecerem as próprias regras. 

“Ninguém quer as medidas restritivas, então que cada um de nós façamos a nossa parte. Infelizmente o aumento de casos bate à nossa parte e não podemos fazer de conta que nada está acontecendo. Que as pessoas compareçam aos postos para receber as vacinas, que não atrasem o calendário, que, em caso de sintomas gripais ou suspeita de covid que redobrem os cuidados, que evitem circular e que não deixem de usar máscaras e higienizar as mãos”, finalizou Mauro.

Parceiros

CACB SCPC Certisign ACCREDITO