FACESP - Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo novas ideias
construindo caminhos
FACEP
Acesse o SAE

Reduzir a Inadimplência e defender o consumidor

Notícias 17 de novembro de 2017

A Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (FACESP) e a Associação Comercial de São Paulo (ACSP) sempre defenderam o consumidor, não apenas porque todos somos consumidores, mas também porque é do consumo que vive o comércio e a prestação de serviços.

Por isso, nos preocupamos com a inadimplência, pois o consumidor nessa situação não tem acesso ao crédito e, portanto, tem sua capacidade de compra reduzida.

Para diminuir a inadimplência é preciso reduzir os custos para o consumidor se reabilitar, o que ocorre com frequência por meio dos feirões para “limpar o nome”, quando são oferecidas condições mais favoráveis aos inadimplentes, possibilitando que eles possam pagar ou refinanciar seus débitos.

Outra forma de prevenir a inadimplência é dispor de informações abrangentes e atualizadas dos consumidores com débito. Dessa forma, os financiadores, banco ou comércio, têm maior segurança na concessão do crédito, o que resulta em impacto positivo nas taxas de juros.

Em São Paulo, a comunicação ao consumidor da inclusão de seu nome no cadastro de inadimplentes deve ser feita por carta com Aviso de Recebimento (AR). Diferente de outras regiões do País, que se utilizam da eficiência da carta comum, pois, além de custar menos, garante percentual de entrega superior a 95%.  Já a comunicação com AR custa sete vezes mais e entrega entre 30 e 40% menos.

É do interesse do credor que o consumidor seja comunicado. A comunicação representa um instrumento poderoso de cobrança, que resulta em parcela importante de quitação ou parcelamento dos débitos.

Como o custo do AR, no entanto, é muito elevado quando comparado ao valor da maior parte das prestações em atraso, a alternativa é o protesto da dívida, que gera significativos gastos adicionais para o consumidor e não possibilita o parcelamento.

Por isso, a FACESP e a ACSP estão empenhadas na aprovação de Projeto de Lei do governador que permite a utilização do meio eletrônico, o que reduzirá o custo da comunicação com benefício para o consumidor e para o varejo de micro e pequeno portes, penalizados pelo custo elevado do AR.

Vamos reduzir os custos da comunicação para reduzir a inadimplência e incentivar o consumo, gerando mais renda e emprego para a população.

Alencar Burti, presidente da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp) e da Associação Comercial de São Paulo (ACSP)

Parceiros CACB Rede Verde Amarela SCPC SEBRAE