Twitter Facebook Instagram

ACIAR lança manifesto contra manutenção de fechamento do comércio

Notícias 28 de maio de 2020

Em protesto contra a decisão a prorrogação, por decreto estadual,  de  fechamento do comércio em Registro e região por mais quinze, diretores da ACIAR se reuniram em videoconferência na noite de ontem e debateram uma série de questões, visando sensibilizar o governo João Dória a revisar sua decisão. Ainda esta semana, entidades da sociedade civil serão chamadas a assinarem um documento a ser entregue ao prefeito Gilson Fantin para que seja encaminhado ao governador.

Enquanto aguarda o documento das entidades, a ACIAR encaminhará às autoridades municipais e estaduais o seguinte manifesto:  

“A Associação Comercial de Registro (ACIAR) utiliza-se do presente para manifestar total repúdio à decisão do governador do Estado de São Paulo, João Dória, de manter a região de Registro no nível, considerado de alerta máximo para o contágio do novo coronavírus (COVID 19) e mantendo por mais 15 (quinze) dias todas as atividades econômicas paralisadas, o que acentuará o desemprego e a crise social em nossa cidade e no Vale do Ribeira.

Os dados estatísticos de Registro comprovam que não somos área de risco. Afinal, em termos demográficos, a cidade de São Paulo tem 800 pessoas por km2 enquanto registro tem apenas 78 habitantes por km2. Essa realidade, por si só, mostra o quanto estamos mais seguros em Registro do que em São Paulo!

Não entendemos a abertura do comércio na cidade de São Paulo e a manutenção das cidades do Vale do Ribeira fechadas e, nem mesmo, o fato de São Paulo se isolar da Grande São Paulo, enquanto Registro e todas as demais cidades do Estado foram analisadas regionalmente.

Os empresários e os geradores de empregos e riqueza no Vale do Ribeira estão com suas atividades paralisadas há mais de 60 (sessenta) dias e, nesse período, o governo do Estado poderia muito bem ter providenciado novos leitos e equipamentos para suprir possíveis necessidades regionais, utilizando espaços ociosos no Hospital Regional de Registro ou, mesmo, celas que já estão prontas no Centro de Detenção Provisória de Registro e que ainda não foram utilizadas.

A ACIAR e os empresários reconhecem que a vida é o maior patrimônio que temos. No entanto, sem emprego, sem sonho e sem perspectiva de futuro não há vida. Por isso, a economia também tem papel preponderante na sociedade e é preciso equalizar esses dois valores. Esclarecemos ainda que a Associação Comercial de Registro vem apoiando as medidas de restrições, definidas pelo Ministério da Saúde, Secretaria de Estado da Saúde, Secretaria Municipal de Saúde e demais autoridades sanitárias.

Rogamos ao governador do Estado que reavalie a decisão de manter a região de Registro como área risco. Precisamos urgentemente da reabertura do comércio, mantendo as atividades como drive thru e delivery, obedecendo protocolos rígidos.

A ACIAR se compromete a orientar os comerciantes e lojistas para atuarem dentro dos parâmetros que forem estabelecidos, evitando risco de contágio do coronavírus, até mesmo porque se a situação se tornar crítica, o retorno ao isolamento será inevitável.

Se o Vale do Ribeira continuar sendo tratado de forma desigual pelo governo do Estado jamais chegará ao Vale do Futuro, projetado pelo mesmo governador que hoje mantem fechada a região”.

 
 
 
 
 

Parceiros

CACB SCPC SEBRAE Certisign